Dos motivos errados

Tem dia que parece que foi feito para mostrar pra gente que não é permitido sonhar. Na verdade, não são dias inteiros (às vezes são), mas alguns momentos que trazem a realidade socando a porta no intuito de lançá-la ao chão e escancarar a verdade com ou sem a nossa permissão.
Quando é assim, me questiono a real motivação do “sonho”: “Por que estou fazendo isso? Por que quero aquilo? Por que tenho pressa?”
Às vezes me flagro no ímpeto de realizar coisas, somente (quase somente) para provar um ponto de vista e isso me incomoda.
Não há nada de errado em se espelhar em alguém, em ter um modelo, até mesmo uma inspiração, mas não é disso que estou falando.
Estou falando de um sentimento mesquinho de validação, direcionado a pessoas que não tem valor (em qualquer sentido) e, portanto jamais poderiam validar a mim ou a outras pessoas de qualquer forma.
Já faz bem tempo que deixei de viver conforme o desejo do outro e me policio constantemente para fazer as coisas pelos motivos certos, e não esperando um retorno de outras pessoas, ainda mais de pessoas que não me acrescentam nada, muito pelo contrário.
Acho que a vida é assim mesmo e vez ou outra exige um esforço danado para que a gente se lembre de lutar, seguir e persistir pelos motivos certos.

Raquel Núbia

IMG_1138
Foto: Raquel Núbia – Alto Caparaó/MG
Anúncios

Reflexões de domingo

Quando se derrama por inteiro,
E vive a vida plenamente,
Não há comparações, compromissos
Ou limites pra mente.
A caneta escreve o que quer dizer,
Não há censura alguma quando se ocupa de viver.

O que o peito segura,
A vida se encarrega de soltar.
O que a boca cala,
A vida trata de falar.
O que o coração esconde,
A vida aguarda pra mostrar.

A forma genuína de felicidade
Me esconde na vida vivida.
O que me preenche são experiências e pessoas.
E não uma foto colorida.
Me reservo o alívio,
Para a alegria de quem já passou.
Quem é feliz se ocupa com seus sorrisos,
Segue em frente com o que a vida agraciou.

Hoje meu coração bate mais forte
Com os beijos e aconchego do meu amor.
Que ri comigo das mazelas da vida
E, principalmente, me leva pra onde for.

Chamem do que quiser…
Hipocrisia, exposição, tristeza, troféu.
A verdade é que quando se é de carne e osso,
Não se aceita ou da espaço pra quem é de papel.

IMG_20160904_231508

Raquel Núbia