A grama do vizinho

the_light_behind_by_stengchen-d59dko6

Existe aquele famoso ditado que diz que “a grama do vizinho é sempre mais verde”…
Temos uma certa tendência em valorizar muito mais o que não nos pertence do que o que realmente possuímos. Comparamos nossas fotos, nossas viagens, nossas amizades, nossas conquistas, nossas rotinas, e tudo do outro é sempre melhor. Quando contamos uma história, enfeitamos os detalhes na esperança de que um simples rascunho se torne um belo quadro, tudo isso para que outros admirem, enquanto isso, deixamos de ver nossos rabiscos e aperfeiçoá-los para nos mesmos…
Quando planejamos algo, comprar algo, criar algo, seja o que for, sempre planejamos para o outro… Quantas vezes já não nos vestimos para uma festa pensando na reação de quem vamos encontrar? Mesmo que não seja alguém com quem realmente nos importamos, ou pior, alguém que realmente se importe conosco.
De todos os males, este é o pior…
Quantas vezes já não ignoramos a opinião ou sentimento de quem nos conhece como a palma da mão e nos quer bem como a si mesmo, apenas para seguir o conceito que vemos quando olhamos para a grama do vizinho, esperando que as nossas fotos, viagens, amizades, conquistas e rotinas, sejam tão brilhantes quanto às dele?
Essa tendência de valorizar o que não temos, nos impede de olhar para o lado e de olhar para dentro. Corremos atrás do vento, buscando sorrisos e a felicidade que vemos estampada nos outros sem jamais nos questionarmos se esse sentimento consegue ir mais fundo do que um flash. Enquanto isso, deixamos de sorrir e amar pelo que vale a pena.
Sempre buscamos o reconhecimento no outro: FATO.
Mas enquanto não nos reconhecermos e sermos fiéis a quem somos, jamais seremos vistos como merecemos. Acredito que é por isso que a grama do vizinho é sempre mais verde… porque estamos ocupados demais para tirar a poeira de nossa própria janela…

Raquel Núbia

Anúncios