Inesperado

E quando o silêncio fala mais alto do que as palavras?
Às vezes é somente ele que pode traduzir o que sentimos e às vezes é o nosso maior aliado.
E quando as palavras simplesmente fogem e até nossos pensamentos nos traem?
Às vezes nos surpreendemos com nossa capacidade de ignorar alguém ou algo e simplesmente seguir em frente.
E quando percebemos que nosso espelho perfeito se quebrou em mil pedaços e nunca mais será tão belo?

Inesperado.jpg
Talvez seja uma oportunidade de olhar para nós mesmos sem precisar da segurança do outro.
E quando as palavras que escutamos soam vazias?
Talvez seja porque abrimos nossos ouvidos para o que realmente importa.
E quando não sentimos nada quando deveríamos sentir tudo?
Com certeza é porque demos um passo a frente e deixamos o que passou no passado sem carregar restos e deixar rastros.

Raquel Núbia

Hoje acordei

Hoje acordei no tempo errado…
querendo ter nascido no século passado.
Onde os dias me parecem mais brilhantes,
Onde o tempo correria ao meu lado.

Hoje eu acordei sem céu azul,
Me sentindo uma pessoa tão comum…
No pensamento meus sonhos tão distantes,
E dentre eles houve espaço pra mais um.

Um sonho onde o tempo fica frio,
Mas não carrega o ar sombrio
que hoje enfrento tão presente.

Onde em uma fotografia desbotada,
eu teria ali guardada,
essa memória tão pungente.

Hoje acordei

Imaginando que no século seguinte,
eu estaria com requinte
ocupando meu lugar.

Onde as manhãs fossem mais claras,
as pessoas fossem raras,
não se importando em se importar.

Hoje eu acordei no tempo errado,
caminhei de lado a lado
tentando me convencer…

De que hoje é o momento certo
pra fazer chegar mais perto,
a pessoa que quero ser.

Raquel Núbia

Penso, logo…

Às vezes nos preenchemos de um vazio tão grande que nos faltam os movimentos…

Isso nos paralisa… E apenas pensamos…

Afinal, o que mais resta senão o pensamento? Único capaz de libertar nossos sonhos, realizar nossos planos… Pensamentos que são confidentes, são o segredo e o que os fazem secretos. Por meio deles realizamos os desejos mais impossíveis: amamos, odiamos, conquistamos, derrotamos… São esses pensamentos que nos trazem o cheiro que tanto queremos sentir… eles nos trazem o arrepio, o calor e o frio.

Que outra opção escolher a não ser deixar que nossos pensamentos nos levem para onde a realidade não nos deixa estar?

Penso, logo

Raquel Núbia

Sou eu

SOU EU2

Sou eu quem domina seu riso,
o seu pensamento.
Sou eu quem invade o seu sonho,
o seu sofrimento.
Sou eu quem na sua memória
fá faz morada.
Sou eu quem te grita a realidade,
mesmo calada.

Sou eu quem você busca
por sentir sua exclusão.
Sou eu o caminho que trilha
por não ter atenção.
Sou eu a quem recorre
para se afirmar.
Sou eu quem você encontra
quando quer se espelhar.

Sou eu quem você culpa
por todo o seu fracasso.
Sou eu quem te deixa pra trás
quando aperta o passo.
Sou eu que te levanto
e que te faço cair.
Sou eu que te dou a migalha
que te faz sorrir.

Sou eu que a cada minuto
seco suas gotas de esperança.
Sou eu que te faz gritar
toda sua “confiança”.
Sou eu quem te faz pensar
que ainda é alguém.
Sou eu quem te responde
quando não te responde, você sabe bem.

Sou eu quem a vida te deu
embrulhada pra presente.
Sou eu a bebida indigesta
que deixa o seu peito quente.
Sou eu indigesta surpresa
que você precisa engolir.
Sou eu que os seus medos de criança
não permitem deixar ir.

E ao chegar a madrugada da noite escura,
você irá se perder e te fará exausta a procura.
Seu sono irá fugir e a insegurança te emaranhar,
Minha voz vívida em sua cabeça irá sussurrar:

“sou eu”

Raquel Núbia

Temporal

Às vezes fico pensando…
Será que quando chegamos no futuro e olhamos para trás, as coisas que fazemos hoje fazem sentido ou encontram alguma explicação?
Será qual a sensação de olhar a vida de agora lá do futuro?
Sempre me rodeia um receio de chegar nesse amanhã ainda distante e ao olhar pra trás ter o sentimento de fim de férias… Quando olhamos o tempo que passou e percebemos que não fizemos nem metade do que gostaríamos.
Me aterroriza o fantasma do “e se?”
“E se tivesse saído?
E se tivesse ficado?
E se tivesse terminado?
E se tivesse começado?
E se tivesse mudado?”
O futuro não espera e não se deixa ser previsto, parece nos observar lá da frente rindo dos nossos planos e decisões. Por isso o temor… Não do futuro em si, mas dos dias que até lá se tornarão passado e levarão consigo todas as decisões e caminhos vividos.
Por não se deixar tocar, o futuro não me pertencerá, será mesmo e apenas o resultado do que vivemos hoje.
Mas será mesmo e apenas?
E se não for?

IMG_20160330_223123

Raquel Núbia

Aprendiz

Quantas vezes é preciso cair antes de aprender a permanecer de pé?
Quantas vezes é preciso chorar antes de aprender a manter o sorriso?
Quantas vezes é preciso prender o nó na garganta antes de aprender a falar?
Quantas vezes é preciso perder o momento antes de aprender…
São tantas incertezas escondidas no meio de tanta monotonia. É muita falta de ação aprisionando uma mente tão inquieta.
Que coração é esse que deposita cada batida no pulsar de outro?
Se coloca assim, tão aberto, se deixando tão exposto para se machucar. Não aprende a bater sozinho porque se coloca cada vez mais dependente de um sopro que vem de fora.
Por que faz assim?
Quantas vezes mais…

PICT0011(3)
Foto: Raquel Núbia

 

Raquel Núbia

Silêncio

“Que falta me faz o silêncio, dono dos fins de tarde, já costumeiro.
Que falta da ausência do som, ecoando na casa, acalmando o barulho de um dia inteiro.
Que falta me faz o simples ato de não ouvir, de guardar a quietude e sentir o pensamento fluir.
Que falta me faz a palavra calada e o ritmo da fala inexistente.
Eu me pergunto quanto tempo falta pra que essa falta se faça presente…”
IMG_20151208_221045
Raquel Núbia

E…

E aí me aconteceu você,
Coisa mais linda de se acontecer…
E aí me aconteceu a gente,
E todas as coisas que a gente sente…

E agora não se passa um momento,
Sem você grudado no meu pensamento…
E eu já nem me importo mais,
Se você estiver comigo, o resto tanto faz…

E aí que a culpa é sua,
Mas parte da culpa é minha também…
Por tentar ser o que você espera,
Por me deixar te querer tão bem…

E aí que eu descobri,
Que a felicidade ainda é possível…
Que existem momentos cinzas,
Mas que a vida pode ser incrível…

E aí que olho nos seus olhos,
E sinto que te amo tanto…
E aí que você é a cor,
Pra tudo o que eu tenho de preto e branco…

aesthetic-black-blue-city-Favim.com-5004547
Imagem: favim.com

Raquel Núbia

Filofobia

“Não sei exatamente por onde começar porque não sei definitivamente onde foi que começou. Aliás, ultimamente eu não tenho conseguido saber nem onde eu começo, nem onde você termina.
O que sei é que começa sempre com esse pensamento de querer o que você quer, estar onde você está, fazer o que você faz e estar o mais próximo possível de quem você é.
Será que existe um jeito de parar o resto do mundo pra multiplicar esse tempo tão pouco que temos pra nós? E será que existe uma forma de acalmar meus pensamentos, calar todas essas vozes que gritam no silêncio da minha cabeça?
Assim eu começaria de forma mais leve, a aproveitar tudo isso que a vida me deu. Essa felicidade, calmaria e tempestade, segurança e conforto, coração quente e acalentado, tudo isso em forma de uma só pessoa…
Quanto sentimento adormecido, esquecido nos medos de criança que agora voltam com toda força pra mostrar tanta fragilidade escondida sob uma capa de aço. E esse sorriso, assim meio sem graça, tentando ser contido quando sabe que a qualquer momento essa velha criança pode aparecer.
E então, o que começa é uma briga interna entre o que quero, o que posso, o que devo e o que consigo. E isso sim eu já sei como termina.
Por que não dá simplesmente pra seguir os dias com os sentimentos em equilíbrio sem nenhuma ebulição ou congelamento? Porque começo a achar que nunca serei capaz de encontrar a paz em forma líquida… Me parece sempre um extremo. E de extremos eu entendo muito mais do que gostaria de entender.
Porque, pra mim, não existe um meio termo, um meio caminho, um meio sentimento, um meio amigo, e quando as coisas começam a ficar pelo meio, eu é que vou ficando pela metade.”
tumblr_mwdnx7EH3a1s6v4rmo1_500

Raquel Núbia

O universo conspira

 

universo
Foto encontrada na internet

Em alguns momentos da vida o que era familiar se torna tão estranho e fora de ordem, e o que era certo e seguro se transforma no motivo principal de se perder o sono e trocar os sonhos por pesadelos.
De repente os rostos familiares já não dizem muita coisa e ao andar entre as pessoas, os pés não tocam o chão e o abrir e fechar de cada porta apresenta um novo caminho antes despercebido.
As palavras soam mais vazias, e quando trazem alguma emoção despertam pensamentos em cadeia, como uma engrenagem que, em efeito dominó, iniciam um turbilhão.
Assim, sentir fica mais difícil e mais difícil também fica saber o que se está sentindo e nessa dificuldade, não se sente nem o certo nem o errado.
Na busca por uma completude, recorre-se à poetas e escritores que possam representar com suas palavras o que não se consegue traduzir de forma alguma… Um deles me disse que “quando você quer alguma coisa, todo o Universo conspira para que você realize seu desejo”.
Bom, talvez o universo esteja ocupado demais…

Raquel Núbia
(Frase do escritor Paulo Coelho)