Aquele que pertence à luz

De todos os anjos do céu,
De todas as pessoas do mundo,
Dos sentimentos mais puros,
Do sentimento profundo.
De toda jovialidade,
Da falta de sabedoria,
Do amor que brota e cresce,
Da imensidão de cada dia.
Dos olhos que me buscam,
Do toque tão pequeno,
Do rosto angelical,
Do olhar sereno.
Da miudez de uma vida,
Da grandeza do sentimento,
Do amor incondicional,
Do vínculo de cada momento.
Da preocupação com bem estar,
Do desejo de plenitude,
Da vontade de ser tudo,
Do medo da juventude.
Do laço inquebrável,
Do dar-se sem perceber,
Do coração mais puro e terno,
Da nova vida a crescer.
De todos os erros e acertos,
Dos medos que se sente,
Do esforço diário e contínuo,
Da relação que brota da gente.
De tudo o que se aprende,
Do tanto que ainda não se sabe,
Do pouco que dá pra fazer,
Do mundo que me cabe.
Da sinceridade da insegurança,
De não ser o que é necessário,
Da vida que cabe nas mãos,
Do compromisso diário.
De todos os anjo do céu,
De um Deus que me dá guarida,
De um amor que é inexplicável,
De sempre, pra sempre, minha vida.

Raquel Núbia

IMG_6042_Facetune_20-05-2019-16-21-32.jpg
Foto: Raquel Núbia
Anúncios