Relembrando: Evento literatura avançada

Pois não é que esse mês de Outubro tivemos muitas coisas importantes para #relembrar?
E quão maravilhoso é isso! Olhar para trás e perceber que a vida veio seguindo seu curso, tão linda e ao mesmo tempo implacável. Como é bom admirar o passado com gosto, orgulho e saboreando as memórias escritas que representam tanto de mim e das coisas que amo.
Na última publicação da tag #relembrando do mês, compartilho o primeiro evento para o qual fui convidada como escritora, para apresentar meu (nosso) Blog e recitar uma poesia.
Deixo o link com mais detalhes do evento aqui e abaixo o vídeo para quem não viu, ver.
Poesia: Reflexões de domingo
Autora: Raquel Núbia

Abraço,

Raquel Núbia

DIA #08 – 30 DAY CELEBRATION

8

Muito se fala em ansiedade, em depressão, em transtornos mentais no geral. Fala-se em como tem se tornado cada vez mais comum que as pessoas apresentem esse tipo de doença e como a sociedade romantiza e banaliza o sofrimento ao mesmo tempo que nega a existência efetiva e limitante deste.
Pois bem:
Sofrer de ansiedade é sim paralisante.
Sofrer de depressão é sim devastador.
E, justamente por isso, meu maior motivo de orgulho no momento é a superação desses dois males frente a necessidade de dar um passo no desconhecido rumo a algo que eu desejava.
O que para alguns é algo simples, para um ansioso/deprimido é um trabalho hercúleo que exige muita força interior. Não quero citar especificamente qual foi esse meu trabalho, mas quero apontá-lo como um divisor de águas na minha jornada.
Um momento em que me deparei com vários estímulos que sempre foram gatilhos para respostas desconfortáveis (para dizer no mínimo) e que, dessa vez, eu venci sem nenhum problema. Que sensação mais revigorante provar para si mesmo que “você consegue”, “você é capaz” e desfrutar, nem que seja somente naquele momento, do fruto do seu esforço, gozando de uma matirudade e de um autocontrole que você mesmo achou que não tinha.
Nesse contexto ressalto ainda a importância do apoio familiar ou de pessoas queridas. Saber que acreditam em você, no seu potencial, que crêem que você tem tudo o que precisa dentro de si é um estímulo para que nós mesmos também possamos acreditar e foi assim que aconteceu comigo.
Deixo aqui então esses dois lembretes:
– Não despreze, minimize ou menospreze o sofrimento do outro. Parta do princípio de que ele realmente sofre e então
– O que você puder fazer para apoia-lo, faça.
Não sei se quando me deparar com a situação novamente as coisas acontecerão da mesma forma que aconteceram. Mas, tudo bem. Esse futuro ainda não me pertence e, certamente, quando me deparar com ele, saberei o que fazer.

Raquel Núbia

IMG_20170815_004229
Foto: Raquel Núbia – São Paulo/SP