04° indicação – Mystery Blogger Award

A Tayna Caroline do Blog Edificação Particular indicou o Verba Volant ao Mystery Blogger Award, somando esta a quarta indicação do blog. Deixo os links das outras portagens referentes ao prêmio aqui, aqui e aqui para que vocês possam ler.
Abaixo responso as perguntas que a Tayná me fez:

Por que você escolheu ser blogueiro/a?
Na verdade eu não escolhi ser blogueira, eu escolhi ter um blog, rsrsrsr… Sempre que falam de blogueira me vem na mente pessoas mais voltadas ao mundo da moda, design e meios afins e eu não me encaixo nisso. Enfim, escolhi fazer o blog para compartilhar com quem quer que seja um pouco do que escrevo. Sempre escrevi e esse hábito diz muito de mim, depois de muito tempo mantendo tudo pra mim e para meus amigos, tive a ideia de fazer um local público para registrar. Isso me ajudou na obrigação de digitar o que escrevo, pois amo escrever a mão, e acabou que abriu as portas para outras paixões como a fotografia, que tenho utilizado muito por aqui e isso faz com que toda oportunidade de garimpar imagens seja aproveitada. E além disso tudo, manter o blog ativo exige criatividade, então acabei dando espaço ao canto que é algo que gosto muito, sempre fiz, mas não costumava compartilhar.

O que seu blog significa para você?
Meu blog significa um espaço de expressão e troca com outras pessoas que possuem o mesmo interesse do que eu. Gosto de rever meus textos mais antigos e ver como mudei minha forma de escrever e de pensar. Manter o blog significa manter um espaço todo meu, onde tenho total poder de escolha e decisão e onde me dedico a algo que, se pudesse, faria como profissão.

Quando você criou o blog?
Tenho o domínio no wordpress há cinco anos, pois tinha um outro blog literário que excluí por motivos pessoais. O Verba Volant completará 03 anos em setembro deste ano.

print
Mensagem do WordPress pelo “aniversário” de registro.

O que te motiva a continuar?
A interação com as pessoas que chegam até o Blog é um grande incentivo. Sinceramente se eu tivesse um blog que ninguém lê, provavelmente manteria apenas um diário pessoal. Mas o que me motiva também é um pouco do que citei acima, a obrigação de manter um projeto pessoal independente de vida profissional, o qual faço por puro prazer e satisfação e que me permite elaborar e me recuperar do dia a dia que exige tanto.

Qual é o blog que você mais se identifica?
Não me sinto confortável de citar um só, mas são, em geral todos os poucos que sigo.

Imagem1

Abraços,

Raquel Núbia

 

03° Indicação – Mystery Blogger Award

A querida Alessandra do Blog Caviar o Ovo Frito, que você pode conhecer clicando aqui, veio me informar em um singelo comentário, que havia me indicado para o Mystery Blogger Award. Neste mesmo comentário ela dizia que sabia que eu já havia sido indicada, mas que gostava de do meu Blog e por isso o estava indicando novamente… Sem problemas! Podem indicar quantas vezes quiserem 🙂
Devido as outras indicações, já fiz dois posts atendendo às exigências da indicação e você pode conferir o primeiro e o segundo. Sendo assim, respondo abaixo as 7 perguntas que a Alessandra deixou para os indicados dela:

1- Como escolheu e surgiu o nome do blog?

Como vocês já devem saber eu sou Psicóloga e sempre que vou ministrar algum curso ou alguma palestra gosto de procurar a origem etimológica das palavras relacionadas ao tema. Como o latim é nossa língua mãe, achei que seria interessante recorrer a ela no momento de criar o nome do Blog, então fiz uma pesquisa por expressões em latim comumente utilizadas hoje em dia e encontrei a expressão “verba volant scripta manent” – “palavras faladas voam para longe, palavras escritas permanecem” e achei o conceito interessante uma vez que o que eu escrevo aqui voa realmente para longe, até para fora do país, mas ao mesmo tempo permanece aqui por meio da escrita. A expressão é mais comumente empregada na área do Direito, mas me identifiquei com o significado.

2- Você acha que o seu blog tem o poder de transformar vidas e por que?

Eu acredito que tudo o que fazemos tem o poder de transformar vidas, basta que nossas ações encontrem a pessoa no exato momento em que ela está aberta para a transformação. Já tive relatos de leitores do blog e seguidores da página falando sobre como foram levados a refletir após a leitura de algum conteúdo meu. Então, ainda que esse não seja exclusivamente meu foco, eu acredito que o Verba Volant tem o poder de transformar vidas.

3- Como é sua rotina de postagem?

Eu não tenho exatamente uma rotina de postagens. Tenho muito conteúdo escrito que ainda não foi digitalizado, então tento digitalizar sempre que posso e programo as postagens para que sempre tenha algo novo no Blog. Entretanto tem aqueles dias que a gente produz “do nada” e, dependendo do tipo de produção ou inspiração aleatória, faço os posts no mesmo dia, pois sinto como se aquele conteúdo precisasse ser compartilhado. Outra ferramenta a qual costumo recorrer é a tag “Relembrando” que criei para compartilhar os conteúdos mais antigos do Blog, pois em setembro ele completa 03 anos, mas no início os acessos não eram tão altos como hoje, e tem muita coisa bacana que eu quero que meus leitores e seguidores vejam.

4- Como acha que poderíamos mudar o quadro de violência no Brasil?

Investindo em educação. E quando digo educação, não penso somente em sala de aula, mas em educação familiar. É necessário proporcionar às famílias uma condição de sobrevivência em que consigam dedicar seu tempo tendo como prioridade a educação dos filhos e das crianças ao redor. Fica muito complicado hoje cobrar uma criação de qualidade quando os pais passam grande parte do dia acumulando trabalhos para sustentar a família… E para as famílias que já possuem essa condição, o investimento teria que ser mais profundo para que percebam a importância da educação familiar para o desenvolvimento das crianças. Ao meu ver, esse é o único caminho.

5- Se você pudesse criar um mundo. Quais as cinco coisas que não poderiam faltar neste mundo e por que?

Não vou citar aqui as coisas básica como alimento, saúde, condições de existência, OK? Então vamos lá:

01 – Música. Porque por meio dela podemos nos expressar e expressar o que sentimos… Pra mim, a música tem poder 🙂

02 – Fones de ouvido. Porque, se vai ter música e cada um gosta de um tipo, ninguém é obrigado a ouvir o que o outro está ouvindo 😉

03 – Lápis de cor. Porque é uma ferramenta para liberarmos nossa criatividade quando nossa mente está cansada. Não precisamos pensar demais, nem criar demais… Apenas deslizar o lápis na folha…

04 – Folhas de papel. Porque escrever a mão, pra mim, tem muito mais significado do que digitar qualquer coisa. Até mesmo o tipo de letra que faço já diz muito do que estou sentindo no momento da escrita.

05 – Toalha. O Guia do Mochileiro das Galáxias faz algumas afirmações a respeito das toalhas. Segundo ele, a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido ao seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho… pode deitar-se sobre ela… você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham… pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio… pode enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas… você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa. Porém, o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc., etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está a sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito. (Trecho do Capítulo 3 do livro ‘O Guia do Mochileiro das Galáxias’ de Douglas Adams.)

mystery-blogger-award

Abraços,

Raquel Núbia

02° indicação! – Mystery Blogger Award

Faz poucos dias publiquei aqui minha primeira indicação ao Mystery Blogger Award e hoje novamente, muito satisfeita, volto pra dizer que fui indicada novamente, dessa vez pelo ‘O universo infinito’. Como respondi a todas as exigências faz pouquíssimo tempo, vou responder somente às perguntas feitas nesta segunda indicação e quem quiser ver os outros itens é só clicar no link acima. OK?

1. Qual é, na sua opinião, a melhor invenção já feita até hoje?
Eu só consigo pensar em exemplos de comida! rsrsrsrsrs
Por exemplo, a invenção do chocolate, do doce de leite, essas coisas 😛

2. Qual é o melhor lugar do mundo pra você?
Sem dúvida o melhor lugar do mundo pra mim é meu apartamento! Gosto demais de viajar, trabalhar, etc. Mas nada paga o prazer de voltar pra casa… Se tivesse que escolher outro lugar além desse, escolheria Tiradentes/MG.

3. Em que época você gostaria de viver?
Eu não sei como o futuro vai ser, mas mantenho a esperança de que lá vai ser melhor. De que muitas coisas as quais somos submetidos hoje terão sido resolvidas, que a humanidade conseguirá se enxergar como uma raça só, mais tolerante e com mais amor… Por isso, acreditando nessas coisas, gostaria de viver nesse tempo, em que o ódio e a intolerância não existissem mais… Se fosse para escolher uma época no passado, certamente seriam os anos 60/70 só para poder assistir a um show do Elvis Presley!

4. Qual a melhor frase de livro que você já leu?
“Não basta apreciar a beleza de um jardim sem ter que imaginar que há fadas nele?” (Douglas Adams – O Guia do Mochileiro das Galáxias)

5. O que é pior: Fracassar ou nunca ter tentado?
Nunca ter tentado!
Pessoalmente eu não dou conta do ‘não saber’. Prefiro arriscar e ir com tudo o que tenho e enfrentar o fracasso do que imaginar eternamente como teria sido.

Imagem11

Abraço,

Raquel Núbia

Mystery Blogger Award – Fui indicada!

O ‘Mystery Blogger Award’ é um prêmio para blogueiros “que cativam, inspiram e motivam através de suas postagens criativas. São reconhecidos pela intensa dedicação em criar com versatilidade e amor o que escrevem”.
Sendo esta a definição desse “prêmio”, eu não poderia estar mais satisfeita com a indicação que recebi da querida Alda M. S. Santos e que você pode verificar direto no Blog dela, Vida, intensa vida!
Para dar prosseguimento ao prêmio, é necessário seguir as regras abaixo:

1. Colocar o logo/imagem do prêmio no seu blog;
2. Listar as regras;
3. Agradecer a quem o nomeou e fornecer um link para seu blog;
4. Mencionar o criador do prêmio;
5. Conte a seus leitores três coisas sobre você;
6. Nomeie até dez pessoas;
7. Notificar os seus indicados comentando no seu blog;
8. Peça a seus candidatos que respondam cinco questões de sua escolha, perguntas estranhas ou engraçadas;
9. Compartilhe um link para sua melhor postagem.

Os itens 1,2,3, 4 e 7 já foram atendidos, vamos ao próximo:

– Contar três coisas sobre mim (item 5);
1. Faz alguns anos que sou muito fã de heavy metal e hard rock, mas nem sempre foi assim. Quando eu era adolescente meus artistas favoritos eram os Backstreet Boys! Eu tinha paixão pelo grupo, colecionava recortes de revistas, posters e tudo o que conseguia sobre os rapazes. Meu favorito era o Nick e depois o AJ.
Essa paixão me rendeu o investimento em 4 CD’s originais, que na época eram caríssimos… Hoje ainda tenho os CD’s e a coletânia completa no meu notebook e escuto as músicas de vez em quando, inclusive quando viajo, sempre tem BSB na playlist.

2. Desde criança eu sempre tive gatos, sou perdidamente apaixonada por qualquer bichano! Atualmente não tenho nenhum 😦 mas tenho uma amiga que tem vários, incluindo o Théo, que é um persa branco maravilhoso e super carinhoso que chamo de Príncipe. Para diminuir a falta que sinto da gatinha que costumava ter, essa minha amiga me “empresta” o Príncipe vez ou outra e sempre me manda fotos dele me marcando como “tia Raquel” ❤ é muito amor.

3. Faz dois anos que meu médico me receitou o uso de óculos para todos os momentos em que eu estiver em frente a alguma tela, seja de computador, celular ou televisão. Desde então, eu devo ter usado esse óculos menos de dois meses… Mas agora, em apoio ao meu namorado, que também está usando óculos, estou tentando usá-lo da forma correta e uma amostra do meu empenho é que no momento em que escrevo este post, meu óculos estão lindamente apoiados sobre o meu nariz 😉

– Nomear até dez pessoas (item 6);
Depressão com poesia
Por que não?
Lithium

– Cinco perguntas que a Alda pediu que eu respondesse (item 8 – parte 1);
1- Mar, lago ou rio?
Definitivamente, mar.

2- Qual a razão de sua existência?
Por mais piegas que possa parecer, a razão da minha existência é o amor. O amor pelos meus pais, o amor pelos meus irmãos, pelo meu companheiro, pela minha carreira, pela escrita… Acho que seria muito difícil existir sem amar.

3- Qual a característica que mais amaria encontrar numa pessoa?
Lealdade. Certamente uma característica que está em falta atualmente…

4- Se tivesse que salvar uma única pessoa no mundo, exceto a si mesmo, quem você salvaria?
Minha mãe, com certeza!

5- Amar é…
“O que te faz sorrir quando você está cansado” (resposta de Terry, um aluno de 4 anos ao ser questionado sobre “o que é amor?”)

– Cinco perguntas que meus indicados devem responder (item 8 – parte 2);
1. Qual o maior mico que você já pagou?
2. Qual música você ouvia e hoje não suporta mais?
3. O que faz você sentir vergonha alheia?
4. Qual característica sua mais surpreende as pessoas quando elas te conhecem pessoalmente?
5. Pense na última pessoa que você excluiu/bloqueou do Facebook. Por que você a excluiu/bloqueou?

– Compartilhar um link para minha melhor postagem (item 9);
Mais difícil de todas! Acredito que minha melhor postagem ainda está por vir… Impossível escolher. Mas para não deixar esse item em branco, vou compartilhar aqui o post que teve mais visualizações no mês de Junho até o momento, a crônica “Dos motivos errados” que você pode ler na íntegra, aqui.

Grande abraço!

Raquel Núbia

mystery-blogger-award