Musicando – Angra Cover

Cover da música Silent Call, lançada pela banda brasileira de Heavy Metal, Angra, no álbum Secret Garden (2015). Participação especial: Leandro Oliveira.

Anúncios

Relembrando: Arte

“Qualquer forma de arte me representa… Nela encontro uma forma segura de me manter firme, em contato com minha sanidade e com a minha essência.

O mundo nos obriga, muitas vezes, a guardar quem somos no bolso e a vestir uniformes que condizem com nossos papéis sociais… Mas o meu bolso é um infinito sem fronteiras…”

Para ler a crônica na íntegra clique aqui e para assistir a um trecho do meu vídeo interpretando a música “Bring me to life” da banda americana Evanescence, dá um play!

Abraço,

Raquel Núbia

DIA #28 – 30 DAY CELEBRATION

Imagem11

Why Worry (Composição: Mark Knopfler)
“Amor, eu vejo que o mundo lhe deixou triste.
Algumas pessoas podem ser más nas coisas que elas fazem, nas coisas que elas dizem.
Mas amor, eu limparei essas lágrimas amargas.
Eu afugentarei esses medos inquietos que fizeram seu céu azul se tornar cinza.

Por que se preocupa? Deveria haver risos após a dor…
Deveria haver a luz do sol após a chuva, essas coisas sempre foram as mesmas, então por que se preocupar agora?

Amor, quando estou para baixo eu me volto pra você e você dá sentido ao que eu faço.
Eu sei que isso não é duro de dizer, mas amor, apenas quando esse mundo parece ruim e frio nosso amor brilha vermelho e ouro,
e todo o resto não tem importância.

Por que se preocupa? Deveria haver risos após a dor…
Deveria haver a luz do sol após a chuva, essas coisas sempre foram as mesmas, então por que se preocupar agora?”

Abraços,

Raquel Núbia

DIA #20 – 30 DAY CELEBRATION

20Algumas pessoas me perguntam como faço para escrever, se possuo alguma rotina específica ou algo parecido e toda vez que alguém me questionam fico sempre refletindo no que responder porque eu realmente não tenho um método.
Eu apenas escrevo.
Antes, tudo o que era crônica e poesia eu escrevia sempre à mão para somente depois digitar tudo. Sentia uma intensidade melhor da escrita fazendo dessa maneira mas, já faz um tempo que não opto somente pelo manuscrito e hoje tenho a mesma facilidade para escrever direto no computador.
Mesmo assim, ainda mantenho alguns cadernos onde costumo anotar algumas coisas. Neles concentro a maior parte do que escrevo. Outras vezes escrevo direto no blog e posteriormente salvo o conteúdo junto aos meus outros arquivos.
Quem tem o hábito de escrever sabe que às vezes a gente até tem a inspiração e a ideia para alguma produção, por vezes vem até o verso inteiro pronto na cabeça, mas nem sempre a gente quer se aquietar e passar tudo pro papel, ou para a tela, naquele momento. Quando isso acontece eu anoto o que pensei e guardo para o momento em que estiver mais disposta para concluir. Hoje no meu celular existem dois itens desses no aguardo: um verso para um poema e uma estrofe completa para outro.
Já em algumas situações escrever é quase como “vomitar” palavras. Um fluxo intenso e repentino que em segundos transforma sentimento em poesia.
Sou satisfeita com essa minha falta de hábito da escrita, pois assim faço as coisas ao meu tempo e não perco o prazer que escrever me traz.

Abraço,
Raquel Núbia

IMG_20170912_204313390
Foto: Raquel Núbia

 

DIA #14 – 30 DAY CELEBRATION

14

Confesso que por mais que eu seja apaixonada por música e acredite no poder que ela tem, eu não tenho muita paciência para buscar novos artistas, então costumo ouvir bastante aqueles que mais gosto – Angra e Elvis são meus favoritos. A sorte é que meu namorado, por ser músico, fica antenado o tempo todo e com isso sempre descobre coisas muito legais, mas ainda assim não desapego dos outros.
Atualmente o que eu mais tenho ouvido é:

Smash into pieces
Gente, dá um play, e me diz se tem como não ficar desesperado de tão boas que são as músicas! Baixei os três álbuns e tenho escutado freneticamente.

Dynazty
Tem alguma coisa nas terras da Suécia que faz com que as bandas de lá sejam maravilhosas e com essa não é diferente. Vício total.

E como não poderia deixar de ser:
Angra ❤ A melhor banda de Heavy Metal brasileira ❤

Espero que gostem porque eu gosto demais!

Abraço,
Raquel Núbia

 

 

 

Dia #12 – 30 DAY BLOG CHALLENGE

12

Primeiro que eu não tenho Ipod e as músicas que tenho no meu celular são poucas, não iriam resultar em um bom shuffle. Então vai o shuffle no computador mesmo:

1. Weight of the world – Evanescence
2. In a world like this – Backstreet Boys (paixão de adolescência a gente leva pra vida né?)
3. Let’s get it on – Marvin Gaye (não escuto muito)
4. Petrified eyes – Angra
5. Love somebody – Backstreet Boys (não gosto muito dessa)
6. Rainy nights – Angra
7. Once upon a time in the west – Dire Straits
8. Rock you like a hurricane – Scorpions (também não gosto muito dessa)
9. Bloody mary – Whitesnake
10. The Trawlerman’s song – Mark Knopfler

Algumas considerações:
– Tenho dezenas de música do Santa Cruz e não apareceu nenhuma nessse sorteio 😦
– Das músicas do Angra recomendo os álbuns Rebirth e Temple of Shadows que é uma obra prima do heavy metal sem exageros;
– Não saiu nenhuma das músicas “ruins” que eu tenho tipo, Voyage Voyage, There must be an angel, Sweet Sixteen e Give me your heart tonight 😛 que são “ruins” mas eu gosto demais.

Espero que tenham gostado.

day12
Foto: Raquel Núbia

Abraços,

Raquel Núbia

Arte

Qualquer forma de arte me representa… Nela encontro uma forma segura de me manter firme, em contato com minha sanidade e com a minha essência.

O mundo nos obriga, muitas vezes, a guardar quem somos no bolso e a vestir uniformes que condizem com nossos papéis sociais… Mas o meu bolso é um infinito sem fronteiras…

Com o meu investimento em outras áreas que não somente a literatura, a tendência é que o blog se torne um local mais diversificado, onde quero compartilhar não somente minhas produções literárias, mas também outros conteúdos que desenvolvo. Desde assuntos voltados à minha área de formação, Psicologia, em que atuo no campo da Clínica, Organizacional e da Docência, até hobbys e qualquer outra coisa que me encha os olhos e que possa ser de interesse das pessoas que passam por aqui.

Nesse clima de mudanças e ampliação, tudo a seu tempo e, principalmente, a MEU tempo, compartilho um trechinho da minha participação no show de encerramento de um evento do Centro Universitário onde sou docente… Mais duas das minhas paixões: Música e Vida Acadêmica…

Como sempre digo, sem pretensões, sem precisar provar nada pra ninguém… Apenas escavando da camada grossa que nos é imposta pelo dia a dia, um pouco do que me mantém…

Em tempo, o canal onde o vídeo foi postado é o meu canal no YouTube, que pretendo utilizar com mais regularidade nos próximos meses. 😉

Abraços,

Raquel Núbia