Razão

Quando de manhã o seu despertador sinaliza que é chegada a hora de colocar os pés no chão e encarar mais uma vez o dia recém-nascido, o que te faz seguir em frente? A razão que te move é a mesma razão que move os sonhos que você guarda?
A vida que você leva na prática é a vida que você leva na teoria?
Pode ser muito atrevimento essa onda de perguntas porque provavelmente as minhas respostas também não são compatíveis…
E qual a razão para que não sejam?
O que nos impede de viver de acordo com o que pensamos para nós?
Eu pergunto, porque me pergunto e, no tumulto, as respostas ficam camufladas. No tumulto às vezes não dá nem pra pensar…
Mas qual a razão de viver uma vida onde não se consegue nem pensar sobre os motivos que nos fazer seguir?
Se seguimos sem motivos, seguimos sem razão… E se nos negamos a razão, por que seguir?

orig_6474

Raquel Núbia

Anúncios

Casa de ferreiro

Falar é fácil. Damos conselhos aos outros o tempo todo, até para aqueles que não nos pedem. Sempre temos uma opinião pronta, uma dica, uma palavra de incentivo. Nos momentos difíceis sabemos exatamente como agir até que tom de voz usar. Há sempre uma solução. O problema é quando a questão é com a gente… Aí tudo muda de figura e tudo o que nos dizem não faz sentido, mesmo que seja o que nós costumamos dizer aos outros. As orientações que sempre pareceram tão eficazes não tem efeito nenhum e parece que nada funciona. Ingrata mania que temos de consolar os outros com palavras vazias que só percebemos que são assim quando nós mesmos ouvimos.E se ouvir não funciona, o que mais nos resta a fazer?

casa de ferreiro

Raquel Núbia