Ao amor da minha vida

Eu nunca fui de pensar muito em você… Sendo sincera, até pouco tempo eu pensava quase nada, nem reservei momentos para te planejar.
Em algumas situações me senti cobrada de forma velada por essa posição e um pouco diferente e sem lugar.
Eu tive certeza de que viveria minha vida sem você.
Certa vez achei que tudo tinha mudado, naquela hora eu falei de você, eu pensei em como seria te ter e por um breve, breve momento eu te quis.
Mas aquilo passou num piscar de olhos e quando olhei pra trás percebi que não te ter foi a melhor coisa que me aconteceu. Não era o tempo. Se tivesse sido, tudo seria diferente.
Novamente achei que não aconteceria mais, que você havia sido uma alternativa momentânea para salvar algo que não podia ser salvo, mas o tempo passou e cá estou eu pensando em você. E hoje penso mais que nunca!
Hoje eu sinto que te quero e desejo da maneira certa, com o sentimento certo.
Hoje eu te planejo como uma realidade, como alguém que eu quero nos meus dias e noites, que eu desejo apesar de tudo.
Você já está nos pequenos detalhes, nas concessões temporárias e talvez definitivas.
Eu penso em você todos os dias. Em alguns dias a todo instante, em outros por um breve segundo, mas sempre.
Eu não te conheço mas, você já existe!
Eu não te conheço mas já consigo sentir até o seu cheiro!
Eu tenho amado a ideia de ter você na minha vida mas sei que, quando você chegar eu vou te amar ainda mais.
Mal posso esperar para ter nos meus braços a pessoa que mais vou amar nessa vida.

Raquel Núbia

af4393db-fec4-48f3-8ae2-4bba92f06548
Foto: Leandro Oliveira – (Fiz esse texto quando ainda não estava grávida, hoje são 03 meses e meio, e contando… ❤ )

 

Anúncios

Relembrando: Felicidade, o que é?

Crônica de 2 anos atrás: clique aqui.

Felicidade, o que é

“Felicidade, o que é?

E o que é a felicidade senão esse sentimento de inesperado cercando cada momento do dia?
O que é felicidade senão essa sensação de que, apesar de correr sem controle o mundo pára quando estamos juntos?
O que é felicidade senão o conforto dos seus braços depois da espera e da distância?
Toda a angústia traz no final o gozo de deixá-la ir embora… de deixá-la longe quando você está perto.
Todos os medos são porto seguro, quando você me abraça;
Todas as lágrimas tem doce sabor, quando quem acaricia meu rosto é você;
Todas as tristezas tem recompensa na alegria, quando acordo a noite e o rosto que eu vejo é o seu.
Toda a sensação de vazio é preenchida quando ouço o som da sua risada;
Todo sentimento de abandono é suprido quando os braços que me protegem são os seus;
Toda tortura da espera é prazer, quando é seu corpo que toma conta do meu.
Toda dúvida que tenho desaparece quando vejo nos seus olhos o brilho muito mais intenso que eles tem quando você está comigo.
E se não for isso a felicidade pouco me importa…
Porque “felicidade” é o nome que dei à sorte de poder ter você do meu lado.”

Raquel Núbia

 

Helena

Boas novas me preenchem,
nova vida apresento.
O sonho guardado no peito
se materializa em nascimento!

Qual o tamanho da alegria
que cultivo dentro de mim.
Por mais que ainda semente,
me desperta amor sem fim.

E pouco a pouco eu sei
que a vida vai transformar,
no milagre da criação,
até ouvir seu choro soar.

Maior representação
do que o amor é capaz:
Criar um laço inquebrável.
Que não se desfaz jamais.

E por amar o outro,
me sinto hoje tão contente.
Dentro de mim tem seu espaço:
Helena, resplandecente!

Raquel Núbia.
Que dia feliz o dia de hoje ❤

IMG_20170616_164315571_HDR
Foto: Raquel Núbia – São João Del Rei/MG

DIA #27 – 30 DAY CELEBRATION

27

Tentando ser sucinta na resposta, vamos lá:
– Algo que me chateia:
Gente hipócrita. Aquela pessoa que demonstra uma coisa mas pensa ou sente outra. Isso me chateia em váris sentidos, principalmente quando a pessoa se “faz de santa” ou de vítima.
– Algo que me faz feliz:
Estar com pessoas queridas, comendo coisas gostosas, tomando uma cervejinha e jogando conversa fora. Em qualquer lugar, a qualquer hora, de qualquer jeito. Qualquer ambiente com quem a gente gosta e com gente que gosta da gente por perto, é sempre o melhor.
– Algo que me faz chorar:
Crueldade com animais.
Não leio notícias, não vejo vídeos e imagens que falem sobre isso, porque realmente mexe muito comigo. Apesar de não ser vegetariana, me mobilizo pela causa animal no que consigo, que é não utilizando produtos que são testados em animais (exceto vacinas), sejam alimentos, acessórios e principalmente maquiagem.

Abraço,
Raquel Núbia

AltoCaparaó(16)
Raquel Núbia. Foto: Alto Caparaó/MG

 

DIA #25 – 30 DAY CELEBRATION

25

Para Rafael:

“Sei que nunca vou conseguir te olhar direto nos olhos e dizer o tamanho do amor que sinto por você, pois há uma timidez que desconcerta escondida atrás de um mundo inteiro de admiração que me acanha por sempre me sentir perto de você como aquela criança chata que insistia em atrapalhar seu vídeo game com seus amigos.
Acho que é assim que me sinto mesmo em relação a você, pequena.
Aos meus olhos você é grande!
Um gigante fonte de inspiração e gratidão eterna!
Eu simplesmente não sei explicar o quanto amo você.
De todas as pessoas no mundo e de toda a família que tanto amo, você é meu calcanhar de Aquiles porque me invade uma emoção incontida quando o assunto é você. Emoção tão sentida que até mesmo agora, enquanto escrevo e olho essa foto, marejam meus olhos por lembrar tudo o que você fez por mim e todos os gestos grandes e pequenos que cravam nossa relação em pedra.
Se para responder a esse item, preciso citar alguém que tenha me feito feliz, você não serve. Porque você me fez e me faz feliz por uma vida toda, em tudo e sempre.
Com toda a sinceridade que eu posso trazer, não consigo me lembrar de nenhuma vez em que você tenha me deixado triste ou que tenha me decepcionado, muito pelo contrário. Você me faz feliz sem precisar fazer nada.
Você me faz feliz por ser quem é do jeito que é.
Você me faz feliz por ser motivo de orgulho extremo dos nossos pais.
Você me faz feliz por ser você.
Te amo por toda uma vida e certamente te amaria por muitas outras se as tivesse.”
Raquel

gh
Foto: Gaga – Cabo Frio/RJ

 

DIA #11 – 30 DAY CELEBRATION

17

A felicidade é rara… Mas às vezes se esconde na simplicidade das coisas e por isso temos certa dificuldade para encontrá-la. Tenho a agradecer, pois os momentos felizes são muitos para recordar e espero que ainda sejam muitos para viver.
Geralmente as pessoas dizem que nos lembramos mais dos momentos difíceis e que esquecemos os momentos bons, que as atribulações nos marcam mais e que, mesmo que possamos vivenciar um longo período de bonança, ele é esquecido frente a primeira dificuldade.
Com a oportunidade de criar a lista para responder ao item de hoje, proponho que você faça o mesmo. Dedique algum tempo para se lembrar dos momentos que te fizeram sorrir ou chorar de emoção. Anote-os. Guarde-os com você como um lembrete de que a vida pode ser dura, mas também pode ser doce.

– Graduação da faculdade
Depois de 5 anos, que conquista! Muito mais do que encerrar minha primeira formação acadêmica, foi o momento de encerrar uma fase inteira da minha vida. Com um final um tanto quanto atribulado, esse período me trouxe muitos aprendizados e a noite do dia 21 de dezembro de 2010 foi uma, se não a mais feliz da minha vida. E tudo vai muito além do diploma.

– Aprovação na seleção para docência
Tamanha satisfação em conquistar algo pelo esforço e mérito próprio. A aprovação para lecionar aos alunos do curso de Psicologia do mesmo Centro Universitário onde me graduei veio em uma hora em que eu precisava me provar, precisava provar a mim mesmo que meu valor era independente do vínculo com outra pessoa. E assim foi. Uma experiência maravilhosa. Um dos telefonemas mais esperados…

– Show do Angra
Outubro de 2008. Felicidade sem tamanho ao assistir de perto minha banda favorita tocar. A relação de fã é realmente algo difícil de traduzir, mas quem admira alguém pela sua arte sabe bem como é.

– Meu primeiro apartamento
Após finalizar a visita ao apartamento junto da minha mãe e do meu namorado e verificar que aquele espaço me serviria, seria meu e abrigaria a mim e à minha independência que gritava pela primeira vez em anos, a sensação não poderia ser outra a não ser felicidade genuína. Novamente a representação material de algo muito mais profundo, que ninguém poderia tirar de mim.

– O amor fraterno
Minha relação com meu irmão mais velho me proporciona infinitas oportunidades de me sentir feliz e muito além, de me sentir protegida, acolhida e amparada. Dos mais simples gestos até os maiores. Da timidez de uma mensagem a uma preocupação expressa em uma ligação. Muitas memórias e a certeza de um amor fiel.

– Meu primeiro carro
Algo parecido com a sensação do primeiro apartamento… Leia-se o mesmo motivo.

– Meu primeiro emprego
Aqui foi algo parecido com minha aprovação na seleção para docência… Leia-se também o mesmo motivo.

– Presente no aniversário de 08 anos
Essa felicidade foi do tipo mais inocente que se pode sentir. Eu queria muito todos os móveis da casinha da Barbie, que era minha boneca favorita na infância, e quando fiz 08 anos ganhei todos eles da minha mãe! Tenho tudo guardado até hoje ❤

– Picolé depois da aula
Outro tipo de felicidade genuína era sair da escola quando estava na segunda série e encontrar minha mãe. A escola ficava muito próxima ao ponto de ônibus e nesse ponto tinha uma senhor com um carrinho de picolé. Todo dia, religiosamente era uma picolé pra minha mãe e um picolé pra mim, de limão geralmente e isso bastava para me fazer feliz.

– Gravidez de uma amiga
Cresci numa família com muitos primos e primas, mas depois de adulta não tenho mais um contato tão próximo com eles. Isso fez com que eu não acompanhasse de perto a construção das famílias, filhos e etc. Quando em 2015 uma colega de trabalho e amiga me contou que estava grávida fiquei muito empolgada! Por ela, pelo esposo dela e por poder estar perto de alguém querido em um momento especial como esse.

Poderia descrever muitos outros momentos… Mas esse post já ficou muito grande.
vale ressaltar também que a ordem em que esses fatos aparecem não são necessariamente a ordem de importância que eles tem pra mim, pois isso seria impossível.

Abraço,
Raquel Núbia

IMG_20170108_144954
Raquel Núbia. Foto: Leandro Oliveira – Petrópolis/RJ

 

Mystery Blogger Award – Fui indicada!

O ‘Mystery Blogger Award’ é um prêmio para blogueiros “que cativam, inspiram e motivam através de suas postagens criativas. São reconhecidos pela intensa dedicação em criar com versatilidade e amor o que escrevem”.
Sendo esta a definição desse “prêmio”, eu não poderia estar mais satisfeita com a indicação que recebi da querida Alda M. S. Santos e que você pode verificar direto no Blog dela, Vida, intensa vida!
Para dar prosseguimento ao prêmio, é necessário seguir as regras abaixo:

1. Colocar o logo/imagem do prêmio no seu blog;
2. Listar as regras;
3. Agradecer a quem o nomeou e fornecer um link para seu blog;
4. Mencionar o criador do prêmio;
5. Conte a seus leitores três coisas sobre você;
6. Nomeie até dez pessoas;
7. Notificar os seus indicados comentando no seu blog;
8. Peça a seus candidatos que respondam cinco questões de sua escolha, perguntas estranhas ou engraçadas;
9. Compartilhe um link para sua melhor postagem.

Os itens 1,2,3, 4 e 7 já foram atendidos, vamos ao próximo:

– Contar três coisas sobre mim (item 5);
1. Faz alguns anos que sou muito fã de heavy metal e hard rock, mas nem sempre foi assim. Quando eu era adolescente meus artistas favoritos eram os Backstreet Boys! Eu tinha paixão pelo grupo, colecionava recortes de revistas, posters e tudo o que conseguia sobre os rapazes. Meu favorito era o Nick e depois o AJ.
Essa paixão me rendeu o investimento em 4 CD’s originais, que na época eram caríssimos… Hoje ainda tenho os CD’s e a coletânia completa no meu notebook e escuto as músicas de vez em quando, inclusive quando viajo, sempre tem BSB na playlist.

2. Desde criança eu sempre tive gatos, sou perdidamente apaixonada por qualquer bichano! Atualmente não tenho nenhum 😦 mas tenho uma amiga que tem vários, incluindo o Théo, que é um persa branco maravilhoso e super carinhoso que chamo de Príncipe. Para diminuir a falta que sinto da gatinha que costumava ter, essa minha amiga me “empresta” o Príncipe vez ou outra e sempre me manda fotos dele me marcando como “tia Raquel” ❤ é muito amor.

3. Faz dois anos que meu médico me receitou o uso de óculos para todos os momentos em que eu estiver em frente a alguma tela, seja de computador, celular ou televisão. Desde então, eu devo ter usado esse óculos menos de dois meses… Mas agora, em apoio ao meu namorado, que também está usando óculos, estou tentando usá-lo da forma correta e uma amostra do meu empenho é que no momento em que escrevo este post, meu óculos estão lindamente apoiados sobre o meu nariz 😉

– Nomear até dez pessoas (item 6);
Depressão com poesia
Por que não?
Lithium

– Cinco perguntas que a Alda pediu que eu respondesse (item 8 – parte 1);
1- Mar, lago ou rio?
Definitivamente, mar.

2- Qual a razão de sua existência?
Por mais piegas que possa parecer, a razão da minha existência é o amor. O amor pelos meus pais, o amor pelos meus irmãos, pelo meu companheiro, pela minha carreira, pela escrita… Acho que seria muito difícil existir sem amar.

3- Qual a característica que mais amaria encontrar numa pessoa?
Lealdade. Certamente uma característica que está em falta atualmente…

4- Se tivesse que salvar uma única pessoa no mundo, exceto a si mesmo, quem você salvaria?
Minha mãe, com certeza!

5- Amar é…
“O que te faz sorrir quando você está cansado” (resposta de Terry, um aluno de 4 anos ao ser questionado sobre “o que é amor?”)

– Cinco perguntas que meus indicados devem responder (item 8 – parte 2);
1. Qual o maior mico que você já pagou?
2. Qual música você ouvia e hoje não suporta mais?
3. O que faz você sentir vergonha alheia?
4. Qual característica sua mais surpreende as pessoas quando elas te conhecem pessoalmente?
5. Pense na última pessoa que você excluiu/bloqueou do Facebook. Por que você a excluiu/bloqueou?

– Compartilhar um link para minha melhor postagem (item 9);
Mais difícil de todas! Acredito que minha melhor postagem ainda está por vir… Impossível escolher. Mas para não deixar esse item em branco, vou compartilhar aqui o post que teve mais visualizações no mês de Junho até o momento, a crônica “Dos motivos errados” que você pode ler na íntegra, aqui.

Grande abraço!

Raquel Núbia

mystery-blogger-award

Reminiscência

Então,
acho que a vida é mesmo assim.
Numa hora você sorri,
e na outra é tristeza sem fim.

Talvez,
seja disso que a vida se trata.
Se esquecer o que virou passado,
pra lembrar bem na hora errada.

Pois é,
a memória é mesmo danada.
Brinca de polícia-ladrão,
quando mostra lembrança guardada.

Assim,
o que resta é deixar esquecer.
Esperar que o que foi lembrado,
volte a desaparecer.

Então,
acho que a vida é mesmo assim.
Numa hora você fica triste
e na outra: alegria sem fim.

AltoCaparaó(16).jpg
Foto: Raquel Núbia – Alto Caparaó/MG

Raquel Núbia