Da janela

Tenho visto a vida
Passar pela janela.
Tenho visto a manhã clarear
E tudo o que vem com ela.

Da janela eu vejo gente,
Vejo carros e vida a passar.
Cada um com seu destino,
Na pressa de seu caminhar.

Minhas horas, que hoje eu conto,
Passam de forma diferente.
É da janela que os ponteiros somam,
Ao passar de tanta gente.

Da janela eu vejo a tarde,
Que vira noite, impiedosa.
E depois são madrugadas
Que são sempre melindrosas.

Da janela eu observo,
Pois o que me cabe é solidão.
De acompanhada estar só
E ver bater fora de mim, meu coração.

Raquel Núbia

299AE43E-A8EC-4EB1-9451-1F5F22CA50A5.jpeg
Foto: Raquel Núbia

Dia #29 – 30 DAY BLOG CHALLENGE

29

Sempre que surge a palavra “meta” tenho a sensação de que não consigo fazer nada, de que não tenho realizado nada e que, provavelmente estou perdendo tempo com o que não deveria, ao invés de me focar no que preciso. Portanto, apesar de me considerar (e ser considerada) bastante organizada, não sou muito de estabelecer metas, mas para o mês de Junho planejo – não necessariamente nesse ordem:

– Ministrar um curso de Gestão de Pessoas com foco em Recrutamento & Seleção (que já está agendado);
– Fazer a última revisão na diagramação do meu livro;
– Concluir a produção da capa do meu livro;
– Viajar no feriado;
– Comemorar o aniversário do meu namorado;
– Aumentar o número de seguidores da página do Verba Volant no Facebook;
– Aumentar o número de acessos, visitantes, curtidas e comentários no Blog;
– Manter a regularidade de posts;

wpid-photo-201405170917253
Imagem: pinterest

Abraços,

Raquel Núbia