Relembrando: Carta para ela

Conviver com um transtorno mental não é tarefa das mais fáceis, mas aprender a lidar com isso, da melhor forma possível, é um dos caminhos que podemos trilhar para uma vida mais saudável e mais feliz. Nem sempre conseguimos mudar as circunstâncias do que acontece conosco, mas podemos transformar a forma com que reagimos a elas.
Escrever sempre foi um caminho para mim, como na crônica “Carta para ela” publicada em Novembro de 2016 e que relembro aqui.

Carta para ela
Foto: Leandro Oliveira

Abraço,

Raquel Núbia

DIA #26 – 30 DAY CELEBRATION

26

“Oi,

Engraçado me perceber tão cautelosa na escolha das palavras quando a falta de filtro entre nós foi justamente o que nos aproximou logo de cara. Quantas vezes a gente se perdeu em conversas infinitas sobre o tudo e sobre o nada? Eu nem consigo contar…
Pra mim nossa amizade seria pra sempre. Mesmo sabendo que você não faria mais parte de todos os meus dias, eu sentia em mim a disposição de um esforço para que você continuasse a fazer parte da minha vida, tanto que traçamos planos e envolvemos outras pessoas neles. Eu tinha “certeza” de que daria certo, mas não deu.
Quando eu saí de perto de você nosso vínculo era forte, cheio de carinho e cumplicidade. Quando eu voltei já nem consegui mais chegar perto porque você escolheu jogar tudo o que tínhamos numa gaveta velha junto com as outras coisas que você iria deixar pra trás.
Que golpe…
Não pela escolha em si. Tudo bem você se questionar e ter dúvidas, isso acontece com todo mundo. O golpe doloroso foi pela sua postura, pelo tratamento gélido que me deu sem eu nem saber porque… E até hoje tudo o que tenho são especulações advindas de outras pessoas já que eu nem estava aqui quando “tudo aconteceu”.
Naquele dia eu chorei de tristeza. E levei essa tristeza comigo por mais um tempo até que dentro de mim gritou mais alto a minha voz, me dizendo que se aquela era a forma que você decidiu lidar com tudo, realmente não fazia nenhum sentido continuar investindo na nossa amizade, pois o meu valor é muito maior do que o que você estava disposta a me dar.
Hoje te lembro com pena… Pena de uma amizade tão intensa ter ficado pra trás. Uma amizade que me rendeu um tanto de dor de cabeça, mais um tanto de boas memórias e alguns versos que deixo aqui pra você.”

Raquel Núbia

IMG_20151130_222419
Foto: Raquel Núbia

DIA #25 – 30 DAY CELEBRATION

25

Para Rafael:

“Sei que nunca vou conseguir te olhar direto nos olhos e dizer o tamanho do amor que sinto por você, pois há uma timidez que desconcerta escondida atrás de um mundo inteiro de admiração que me acanha por sempre me sentir perto de você como aquela criança chata que insistia em atrapalhar seu vídeo game com seus amigos.
Acho que é assim que me sinto mesmo em relação a você, pequena.
Aos meus olhos você é grande!
Um gigante fonte de inspiração e gratidão eterna!
Eu simplesmente não sei explicar o quanto amo você.
De todas as pessoas no mundo e de toda a família que tanto amo, você é meu calcanhar de Aquiles porque me invade uma emoção incontida quando o assunto é você. Emoção tão sentida que até mesmo agora, enquanto escrevo e olho essa foto, marejam meus olhos por lembrar tudo o que você fez por mim e todos os gestos grandes e pequenos que cravam nossa relação em pedra.
Se para responder a esse item, preciso citar alguém que tenha me feito feliz, você não serve. Porque você me fez e me faz feliz por uma vida toda, em tudo e sempre.
Com toda a sinceridade que eu posso trazer, não consigo me lembrar de nenhuma vez em que você tenha me deixado triste ou que tenha me decepcionado, muito pelo contrário. Você me faz feliz sem precisar fazer nada.
Você me faz feliz por ser quem é do jeito que é.
Você me faz feliz por ser motivo de orgulho extremo dos nossos pais.
Você me faz feliz por ser você.
Te amo por toda uma vida e certamente te amaria por muitas outras se as tivesse.”
Raquel

gh
Foto: Gaga – Cabo Frio/RJ