Relembrando: Arte

“Qualquer forma de arte me representa… Nela encontro uma forma segura de me manter firme, em contato com minha sanidade e com a minha essência.

O mundo nos obriga, muitas vezes, a guardar quem somos no bolso e a vestir uniformes que condizem com nossos papéis sociais… Mas o meu bolso é um infinito sem fronteiras…”

Para ler a crônica na íntegra clique aqui e para assistir a um trecho do meu vídeo interpretando a música “Bring me to life” da banda americana Evanescence, dá um play!

Abraço,

Raquel Núbia

Musicando

A imagem tá escura? Tá sim. O fundo tá estranho? Tá sim. Mas eu gostei da música e pra mim isso basta. Espero que baste pra vocês também 😉

 

Abraços,

Raquel Núbia