Descanse em paz

Um dia seremos lembrança na memória de alguém e, talvez, nem isso seremos. Um dia, quando menos esperarmos, sem mesmo perceber, perderemos pessoas e pessoas nos perderão.
Tantas coisas pra fazer, tanto com o que se preocupar, tanto sentimento pra nutrir.
Quantas mágoas guardamos à espera de uma resolução no futuro? Quanto orgulho nos impede de darmos os passos necessários para um reencontro, uma reconciliação? Simplesmente porque acreditamos que sempre teremos uma outra oportunidade.
Quantas vezes nos dedicamos às nossas prioridades, conquistamos objetivos, vivemos cada dia intensamente, imersos em nossa rotina, correndo o risco de abdicarmos de um momento para refletirmos sobre o que deixamos pelo caminho, inacabado, sem conclusão ou fechamento.
É tanto tempo que gastamos nutrindo sentimentos passados, imaginando como as coisas seriam, mas ainda assim sem coragem de agirmos para corrigir os erros e tropeços vividos.
Não, nós não temos todo o tempo do mundo. Somos eternos apenas nos corações daqueles que verdadeiramente nos amam, mas não somos infinitos na vida. A vida acaba e, num piscar de olhos, não teremos mais amanhã, não teremos mais novas chances, não teremos mais um novo dia para recomeçar.
O amanhã nem sempre chega, o dia de hoje nem sempre termina. O agora é tudo o que temos.

Raquel Núbia

CF047A4B-29E4-43B5-967D-DDC9D6BCD888.jpeg
Imagem retirada da internet 

 

Anúncios

Pressa

today is lifeSempre tive a sensação de que a vida acontecia fora de mim. De que tudo ocorre nos lugares onde não estou, com pessoas que não conheço, em lugares que nunca vi. Sinto constantemente que perco tempo. Que a vida passa sem que eu me dê conta.
Foi tão longo e penoso o período que vivi no escuro que hoje me sinto viciada na luz e não quero deixar que a vida passe pelos meus olhos, não quero apenas observa-la.
Não!
Eu quero tocá-la, senti-la, cheirá-la! Eu quero come-la inteira! Eu quero tudo! E agora eu sinto que devo querer! Eu sinto que posso! Então, como abrir os ouvidos e aquietar o peito quando me dizem que “pra tudo tem hora”?
Minha hora é agora!
Não sei até quando meus ouvidos terão o som de uma risada e a cor de um sorriso… Como posso dizer até quando as manhãs serão recomeços e não castigos? Quem vai me assegurar de que viver o presente continuará me parecendo uma dádiva e não uma punição? Quem?
Tenho aprendido tanto nos últimos meses que me surpreendo a cada dia com novos pensamentos e, principalmente, novas atitudes. Dando pra vida aquilo que eu quero receber dela.
Por que então parar? Por que manter essa energia voltada apenas para um local quando eu sinto que devo espalhar tudo por aí?
Hoje eu sei o significado da frase que diz que um dia as coisas melhoram, que a dor não dura pra sempre. A vida pulsa no meu peito AGORA. Que sentido há em esperar pra viver o agora depois?
A vida é hoje!
E hoje o que eu preciso é viver.

beautiful-flower-flowers-nature-Favim.com-1729582
Imagem: favim.com

Raquel Núbia

 

Pode-se dizer

flowers-hipster-polaroid-retro-Favim.com-2042306
Imagem: favim.com

Pode-se dizer que sou um tanto ansiosa,
e por vezes um tanto detalhista…
Que sou um tanto quanto calma
e um outro tanto pessimista.
Na minha opinião,
se é pra fazer é para agora.
Mas, pode-se dizer que eu faço tudo à minha hora.
Lado oposto, lado errado,
quase nunca tenho lado.
Se é pra ficar eu quero ir,
se é pra ir eu fico aqui.
Se é pra rir eu vou chorar,
se é pra chorar: deixa pra lá.
Pode-se dizer que minha cara é fechada
e um tanto quanto chata,
eu confesso.
Mas meu real jeito de ser
só poderá conhecer
quem ao meu lado sem censura tem acesso…

Raquel Núbia