Perspectiva

Engraçado como sempre colocamos nossa vida em perspectiva. Inevitável a tal da comparação do que vivemos com as pessoas que estão a volta, sejam elas reais ou irreais, próximas ou distantes, amadas ou não. Mesmo que seja sem querer, inesperadamente caímos nesse tal limbo.
Algumas vezes isso serve como um estímulo para seguirmos em frente, conquistar o que ainda não conquistamos, investir novamente no que havíamos deixado parado.
Outras vezes serve exatamente para o contrário… Como desânimo, desalento de uma possível realização ou situação que nunca chegará.
Mais intrigante mesmo é que quando olhamos para fora, não costumamos nos comparar de uma forma que nos permite enxergar o quanto já caminhamos, o quanto já conseguimos. Pelo, contrário. Geralmente é para vermos o quanto ainda achamos que precisamos correr, andar, dedicar, sofrer e lutar para conseguir algo mais.
Pessoalmente eu tento me policiar constantemente porque sei que sou minha pior inimiga nesse sentido. Posso me cobrar de maneiras impensáveis e por isso vigio para que não atropele meus próprios sonhos, para que possa desfrutá-l0s verdadeiramente e não apenas para somar mais um resultado, mais um êxito.
Sugiro, se é que posso, que façam isso também.
Cuidem de suas vidas e de seus projetos como eles realmente são: somente seus.
Fiquem atentos para que, ao se colocarem em perspectiva, não se enganem, usando lentes de aumento para o que veem lá fora e lentes embaçadas para o que veem por dentro.
Sejamos reais por nós mesmos. Afinal, nós não precisamos provar nada para ninguém.

Raquel Núbia

download_20170622_062256
Foto: Leandro Oliveira – São João Del Rei/MG
Anúncios

13 comentários em “Perspectiva

  1. “Posso me cobrar de maneiras impensáveis e por isso vigio para que não atropele meus próprios sonhos, para que possa desfrutá-l0s verdadeiramente e não apenas para somar mais um resultado, mais um êxito.”

    Sensacional… me vi aqui nesse trecho.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi. Tive que vir dar uma fuçadinha aqui no seu cantinho e é engraçado como encontramos pessoas tão parecidas com a gente né? Eu pelo menos me sinto menos sozinha e menos estranha principalmente quando meus dilemas são escritos por outras pessoas! Adorei seu blog. Vou visitar mais vezes. Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

  3. Interessante ler esta reflexão bem no momento em que me encontro. Acabei de me formar, não encontro emprego na minha área, também estou estudando para concurso, mas nada flui, nada acontece. Olho ao redor e vejo pessoas próximas dando certo e me pergunto onde estou errando. Descobri que meu erro é essa “medição” que eu faço do quanto minha vida está andando em comparação com a vida dos outros. Eu não preciso me torturar desse jeito, né?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Não precisa não! De forma alguma.
      A gente tem que ter o costume de olhar nossa vida em perspectiva com a gente mesmo. Não é porque outras pessoas conseguiram algo que temos que conseguir a mesma coisa. Talvez, somos capazes de muito mais e nem nos damos conta justamente por estarmos sempre olhando ao redor e não pra dentro.
      Abraço!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s